Escola de rock para meninas

Oficina de Guitarra para Meninas - em Sorocaba, interior de São Paulo

Oficina de Guitarra para Meninas - em Sorocaba, interior de São Paulo

Infeliz com o cenário musical, Kate Nash cria curso. No Brasil, a ideia já existe

“Quero provar a essas meninas que para ser uma pop star, elas não precisam usar o sexo e o corpo. Ser uma artista mulher vai muito além disso”, Kate Nash

A cantora Kate Nash não é do tipo que se incomoda com algo, reclama, mas não faz nada para mudar. Muito pelo contrário. A inglesa arregaçou as mangas em prol do atual mundo da música. Em uma recente entrevista ao jornal britânico The Guardian, Kate comentou que ficou chocada quando reparou que da nova safra de cantoras pop, poucas realmente compõem. “No ano passado, logo que meu segundo álbum foi lançado, fiquei me perguntando porque há tantas cantoras jovens, mas poucas compositoras de fato. Descobri que, de todos os compositores que recebem dinheiro do PRS* (ECAD local), apenas 14% são mulheres! Isso me deixou muito triste, insegura e com raiva. E então, resolvi fazer algo a respeito”, contou.

E ela fez! Criou a Kate Nash Rock’N Roll for Girls After School Music Club, ou, em bom português, a Escola de Rock da Kate Nash Para Meninas. A intenção da cantora é incentivar escolas a terem cursos extra-curriculares de música para garotas. Kash vai usar suas férias, a partir da próxima semana, para visitar cinco escolas. Ela fará um pocket show e também exibirá um filme como apresentações ao vivo de bandas de mulheres.

100% envolvida
Com a ideia na cabeça, Kate se uniu à ONG americana Music Unites e conseguiu patrocínio de uma cooperativa. A boa notícia da parceria é que compositoras famosas estarão na lista de palestrantes voluntárias. Ciente de que seu projeto levará tempo e gastará um bom dinheiro, Kash já se pronunciou à respeito e disse que vai usar de todo seu tempo livre para divulgá-lo. “Conheço tantas meninas que querem se envolver com música e penso ‘então por que ela não está criando?'”

É possível vê-la falando sobre o projeto em seu blog pessoal: My Ignorant Youth.

É do Brasil il il
Se você achou incrível a ideia da Kate Nash, sabe que nosso país tem algo semelhante e há muito mais tempo. Em Sorocaba, interior de São Paulo, existe desde 2005 a Oficina de Guitarra Para Meninas, uma escola idealizada pela guitarrista Flávia Biggs. Nessa época, Flávia participou do Rock’n Roll Camp, um acampamento de rock para meninas que inclusive serviu de inspiração para o projeto de Kate.

Na Oficina, as aulas têm duração de duas horas e o programa inclui desenvolvimento das noções básicas de guitarra. No final do workshop, as alunas criam e tocam uma composição própria. Detalhe: pelas fotos que encontramos na internet, as alunas são em sua maioria crianças. Uma graça ver esses cotocos de gente já tão ligados com música.

Você que é ligada às artes e cultura, que tal implantar uma iniciativa semelhante na sua região?

Fonte: http://revistatpm.uol.com.br/notas/escola-de-rock-para-meninas.html

Deixe um comentário

Arquivado em feminismo, ofensiva contra o machismo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s